O Observatório Conservador tem como objetivo principal analisar os temas correntes na sociedade, sejam eles propagados pela mídia ou aqueles que fazem parte do cotidiano das pessoas, sob uma visão conservadora.

Não se trata de qualquer acepção que o termo “conservador” possa ter, especialmente as distorções semênticas do discurso da esquerda – 100% do que eles chamam de conservador não tem nada a ver com conservadorismo.  Nosso interesse é o Conservadorismo, o conjunto de idéias que forma todo um núcleo filosófico, político e social – em suma, um estado de espírito – presente nas obras de grandes pensadores desde a antiguidade, representado em obras como “Reflections on the Revolution in France”, de Edmund Burke (1790), “The Conservative Mind: from Burke to Eliot”, de Russel Kirk e obras mais modernas, como as de Roger Scruton, Thomas Sowell, entre outros. Leia o nosso artigo: Você é Conservador? O que é Conservadorismo?

Nós acreditamos que, muito embora não tenhamos uma tradição de políticos e pensadores conservadores no Brasil, os valores conservadores estão presentes em nosso povo. Trazer à tona esse valores, chamando-os pelo nome correto, ou seja, Conservadorismo, é um passo importante para que possamos construir um contraponto à hegemonia ideológica esquerdista instalada no país.

Pensar e debater o Conservadorismo, identificar os ataques e a presença dos valores conservadores na sociedade, são algumas das motivações do Observatório Conservador.